Por que utilizamos contrato fixo com escopo flexível?


 

Alguns clientes preferem que, os fornecedores informem um preço fixo para o seu projeto, mas essa metodologia apresenta uma ilusão de segurança no valor investido para o projeto. É criado um contrato com o detalhamento dos itens à serem desenvolvidos, os clientes se sentem satisfeitos com isso, mas eles se esquecem de algo muito importante para o sucesso do projeto, a qualidade.

Nesse artigo do Blog Leader, vamos apresentar para você, por que utilizamos a metodologia de contrato fixo com escopo flexível.

 

Por Anderson Fantini

 

Introdução

O que é necessário para desenvolver um projeto com alta qualidade? Primeiramente observamos que os melhores projetos são desenvolvidos com esforços colaborativos de clientes e fornecedores, pois juntamos a experiência de ambas as partes. Segundo é que um projeto precisa ser capaz de, se adaptar as mudanças e feedbacks inevitáveis que encontrará no meio do caminho. Todos os detalhes minuciosos, não precisam ser discutidos no inicio do projeto, pois tanto cliente quanto fornecedor, estão em uma posição mais confortável para discutir os detalhes de um recurso ou conjunto de recursos, à medida que o tempo avança.

 

Contrato fixo com escopo fechado?

Um contrato fixo, com valor e escopo minucioso, trabalham contra os princípios de qualidade. Esse modelo não se adapta facilmente à mudanças, pois o contrato e o escopo determinam os detalhes a serem desenvolvidos e qualquer modificação demanda uma renegociação, que pode modificar o valor investido e o prazo de entrega. Também o contrato não foca no real objetivo do projeto, o foco não está na produção de um projeto de alta qualidade, mas sim em cumprir todos os itens do contrato em menor tempo possível, alguns fornecedores utilizam a metodologia de 150% da estimativa para realizarem orçamentos de valor fixo, e focam os seus esforços para entregar o projeto o mais rápido possível, pois o risco de comprometer o orçamento é do próprio fornecedor. O cliente acaba se iludindo com um orçamento fixo, mas no final tem um projeto empurrado para cumprir as clausulas do contrato.

Este modelo de contrato fixo, além de separar o cliente e o fornecedor de cada lado do contrato, ainda deixa o projeto, a longo prazo, com um investimento muitas vezes superior ao pretendido inicialmente, pois como não é voltado ao objetivo final e sim aos requisitos do contrato, sendo que podem ocorrer melhorias (muitas vezes vale mais a pena criar um projeto novo) ou remoção de funcionalidades para ter encaixe com o mercado proposto.

 

Como a Leader funciona?

Na Leader realizamos os projetos com orçamento fixo, mas com controle do escopo flexível. Faturamos com base nas horas gastas e não na conclusão dos recursos propostos no escopo, controlando estas horas em intervalos de entregas, normalmente semanais ou quinzenais.

O “Orçamento fixo” significa que atingiremos de forma confiável, o orçamento do projeto com nossos clientes de forma colaborativa, para criar o melhor projeto possível baseado no orçamento. O “Escopo flexível” não é descrito em detalhes no contrato, mas é somente um levantamento dos principais tópicos e que no decorrer do desenvolvimento, ele é controlado pelo cliente. Ajudamos nossos clientes a garantir que, utilizamos os recursos certos nas complexidades corretas, para garantirmos então a melhor entrega possível para o orçamento.

O cliente sempre sabe aonde está sendo realocado cada recurso do orçamento, por fases de entregas (Sprints) e quais recursos permanecem no desenvolvimento.

 

Priorizando os recursos

Quando iniciamos a fase de planejamento, ajudamos nossos clientes a produzir a lista de recursos que desejam no projeto, classificando em ordem de importância. Nossa equipe utiliza essa listagem para estruturar o desenvolvimento. Os clientes podem alterar as prioridades e até os itens em todas as reuniões de interação, que são semanais ou quinzenais.

Uma vez estabelecida, utilizamos estes itens para estimar o valor do esforço em horas e orçamento, podendo assim retirar itens que vão ultrapassar o orçamento, deixando para um segundo momento e priorizando itens que vão dar mais impacto ao projeto.

 

Trabalhando com interações semanais ou quinzenais

Lançamos partes funcionais do projeto, que serão testadas pelo cliente a cada semana/quinzena, assegurando a ele que as funcionalidades, que estão sendo desenvolvidas, correspondem com as suas expectativas. A interação constante fornece ao cliente, uma possibilidade pra mudar de ideia, sem a necessidade de renegociar contratos. Ao invés de verem o projeto somente depois da sua conclusão, os clientes podem ver o progresso e participar dele, reduzindo o risco do projeto não ser o que eles tinham em mente. Além disso os clientes podem validar constantemente que, os desenvolvedores estão usando seus recursos da melhor maneira possível. Como os clientes participam dessa interação constantemente, o progresso é completamente transparente.

A vantagem dessa metodologia que usamos na Leader em relação a contratos fixos é que, ele remove a barreira que um contrato cria, promovendo a comunicação e a colaboração entre cliente e fornecedor. Todos compartilham a responsabilidade pelo sucesso do projeto quando a comunicação é aberta e isso significa um projeto de qualidade superior.

 

Com isso finalizamos esse artigo do Blog Leader, agora você sabe por que nós utilizamos o contrato fixo com escopo flexível.

Quer saber mais sobre assuntos relacionados?

Gostou desse conteúdo? Tem alguma duvida? Entre em contato conosco.